A PODEROSA ARMA DE TRANSFORMAÇÃO

Eu alguns dias atrás questionava com Deus, porque a igreja passa por uma crise tão profunda de falta de fé e de manifestação de poder, porque o sobrenatural esta desaparecendo?

Deus começou a partir deste questionamento a ministrar em minha vida da seguinte maneira:

Porque Deus amava José deu um sonho a José; Porque Deus amava José permitiu que ele contasse o sonho a seus irmãos; Porque Deus amava José permitiu que seus irmão sentissem ódio e inveja dele a ponto até de baterem nele, em ato continuo o aprisionaram em uma cisterna; Porque Deus amava José ele foi vendido pelos próprios irmãos como escravo para o Egito; Porque Deus amava José tudo que ele fazia prosperava, e como escravo de Potifar, fez seu senhor prosperar; Porque Deus amava José permitiu que a mulher de Potifar o atacasse, mas José porque amava Deus, fugiu dela, inclusive perdendo suas vezes, para se manter fiel a Deus e a seu senhor; Porque Deus amava José ele injustamente foi preso; Porque Deus amava José, na prisão ele conheceu dois homens e deu a ele a revelação de seus sonhos, apenas fez um pedido, não esqueçam de mim; Porque Deus amava José durante dois anos ninguém lembrou de José, muito pelo contrário fez que todos esquecessem dele; Neste ponto José poderia até dizer: “por favor pare de me amar”, este amor esta me fazendo mal, todavia porque ele amava Deus, sabia que Deus estava no meio daquela história. Porque Deus amava José incomodou o faraó com um sonho; Porque Deus amava José fez com que o copeiro-mor, lembrasse de José, Porque Deus amava José deu a José a revelação do sonho; Porque Deus amava José o Faraó chama-o, e encheu o coração do Faraó para escolheu com o segundo homem do Egito; Porque Deus amava José os sonhos que deu a José se cumpriram; Porque Deus amava José através dele salvou sua família; Porque Deus amava José hoje podemos estar neste tempo falando de transformação. Foi quando toda a revelação veio para mim, que Porque Deus me ama eu tenho passado por todos os momentos de minha vida, mas ao mesmo tempo estou sendo provado o quanto amo a Deus, foi quando Deus me falou: “o problema da igreja não está em não ter fé, mas sim por que tem medo de confiar e andar no sobrenatural”.

Medo? Sim medo, que nada aconteça, que a transformação não ocorra, medo do que vão falar, medo das conseqüências, medo de errar, medo, medo medo.

Foi ai que percebi, se não é falta de fé, como então vencer o medo, simples me disse Deus: “No amor não há temor, antes o perfeito amor lança fora o temor; porque o temor tem consigo a pena, e o que teme não é perfeito em amor.” (I João 4 : 18).

Cheguei a uma conclusão, a igreja não ama a Deus, queremos as coisas de Deus, mas nos falta querer Ele mesmo.

Para transformarmos nosso Brasil, não falta ousadia, fé, estratégias ou qualquer outro argumento que diariamente usamos como desculpa, só falta amar a Deus em primeiro lugar, a ponto de entregar sua própria vida por ele. Obedece-lo as cegas, sem se importar por reputação, perdas ou ganhos.

Que amor é este? È O AMOR, que transforma pessoas em guerreiros, guerreiros em transformadores, e em conseqüência, faz uma igreja sobrenatural na face da terra.

O AMOR LANÇA FORA TODO O MEDO, apenas ame a DEUS, o resto, bom, o resto, Porque Deus amava José, porque ele te ama e porque ama o Brasil, os seus sonhos e as palavras proféticas, vão se realizar.

Glaucio Luciano Coraiola

koraiola@hotmail.com

www.servodaorelhafurada.com.br

(63)8111-8945 / 3026-2334

3 respostas para “A PODEROSA ARMA DE TRANSFORMAÇÃO”

  1. “Não podemos verdadeiramente amar a Deus até que o temamos, nem podemos temê-lo adequadamente até que o amemos”. (John Bevere) ” Pois quem no céu se pode igualar ao Senhor? Quem é semelhante ao Senhor entre os filhos dos poderosos? Deus deve ser em extremo tremendo na assembléia dos santos e grandemente reverenciado por todos os que o cercam”…(Sl 89.6-7) O salmista declara primeiramente as maravilhas de Deus, depois nos exorta a temê-lo. Abraço

    • Ariella Kobal disse:

      Shalom querida François! “Não podemos verdadeiramente amar a Deus até que O temamos, nem podemos temê-lO adequadamente até que O amemos”. (John Bevere) Tomo a liberdade de usar a frase desse grande homem de Deus citado por ti e comentar o que foi que o Espirito Santo me ministrou sobre “temor à Deus”.
      Quando o autor fala que não podemos verdadeiramente amar a Deus até que O temamos, ele não se refere ao temor que sentimos de um pai violento ou de um assalto, não, ele se refere a reverencia, a adoração. Isso era mais fácil de ser compreendido há décadas atrás quando os filhos pediam a benção do pai e da mãe e os “temiam” temiam desobedecê-los, porque isso naquele tempo era o mesmo que esbofetear nossa avó hoje. Temer à Deus é dar-lhe reverencia e obedece-lo. …”nem podemos temê-LO adequadamente até que O amemos”…. John Bevere está dizendo…ei…você não será capaz de adora-lo e obedecê-lo se você não o amar adequadamente. E amar adequadamente à Deus com temor e tremor é sentir todas as tuas células tremendo, seu coração parando sem folego, pela possibilidade de magoá-LO, feri-LO, traí-LO, pela possibilidade de pecar contra Ele….isso é temor à Deus! É isso que o salmista nos exorta a fazer. Ter medo de magoar e ferir o coração do Pai.Deus é amor!! Ele não quer que tenhamos medo, temor Dele..Ele quer que tenhamos reverencia à Sua Palavra e sejamos obedientes à Sua Vontade para nossas vidas. Que entreguemos à Ele nosso livre arbítrio, que nos afoguemos em amor, obediência e reverencia no Seu Espírito. Abraço

  2. isabel disse:

    td vdd amamos a deus

Deixe uma resposta para François Moreira Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *