A Exigencia da Igreja Primitiva

Como é triste constatar que a igreja baixou o seu nível em relação a tantas coisas, pois na igreja do primeiro século, que de primitiva não tem nada, é extremamente moderna e revolucionaria, para servir uma mesa era necessario homens boa reputação, cheios do Espírito Santo e de sabedoria. Vejamos: “Ora, naqueles dias, crescendo o número dos discípulos, houve uma murmuração dos gregos contra os hebreus, porque as suas viúvas eram desprezadas no ministério cotidiano. E os doze, convocando a multidão dos discípulos, disseram: Não é razoável que nós deixemos a palavra de Deus e sirvamos às mesas. Escolhei, pois, irmãos, dentre vós, sete homens de boa reputação, cheios do Espírito Santo e de sabedoria, aos quais constituamos sobre este importante negócio. Mas nós perseveraremos na oração e no ministério da palavra. E este parecer contentou a toda a multidão, e elegeram Estêvão, homem cheio de fé e do Espírito Santo, e Filipe, e Prócoro, e Nicanor, e Timão, e Parmenas e Nicolau, prosélito de Antioquia; E os apresentaram ante os apóstolos, e estes, orando, lhes impuseram as mãos. E crescia a palavra de Deus, e em Jerusalém se multiplicava muito o número dos discípulos, e grande parte dos sacerdotes obedecia à fé.  (Atos 6:1-7)

Eu também assumo a culpa, de nivelar a igreja por baixo, shalom.

2 respostas para “A Exigencia da Igreja Primitiva”

  1. RICARDO PAGANINI DE OLIVEIRA disse:

    É triste constatar que nos tempos hodiernos, a igreja está em parte com escassez de homens de boa reputação,(cheios do Espírito Santo). A reputação boa aplica-se basicamente na formação do social e cultural, não deixando espaço para o espiritual.

  2. RICARDO PAGANINI DE OLIVEIRA disse:

    EU TAMBÉM…

Deixe uma resposta para RICARDO PAGANINI DE OLIVEIRA Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *